Não é novidade que o acesso via dispositivos móveis vem crescendo a cada instante.

Diversas pesquisas especializadas afirmam e comprovam que os usuários estão passando mais horas conectados através de seus smartphones e tablets.

Venda mais com anúncios online.

Inscreva-se abaixo para receber conteúdos do campo de batalha sobre como vender mais através de anúncios no Google, YouTube, Facebook e Instagram - As maiores ferramentas de vendas da internet.

Segundo o próprio Facebook, as pessoas utilizam o mobile em cerca de 70% do tempo que navegam na internet.

Isso é incrível, porque é prova irrefutável de que o consumo de conteúdo via dispositivos móveis está se tornando muito expressivo. Isso quer dizer que as pessoas estão consumindo cada vez mais, estão mais conectadas, interativas, engajadas, graças a uma característica do mobile, ele está ao alcance das mãos durante a grande maioria do dia.

Com isso é possível fazer uma nova constatação interessante: A transformação do hábito do meio de consumo, fez com que houvesse uma maior possibilidade de empresas impactarem seus potenciais clientes, afinal, eles estão tecnicamente mais próximos durante um tempo maior. Certo?

Tem mais, essa transformação também acabou estimulando o consumo de um conteúdo mais dinâmico, audiovisual, que pudesse ser acessado, visto e acompanhado de qualquer lugar, sem que precisasse ter silêncio ou espaço para ler, por exemplo.

É óbvio que você sabe do que estamos falando, não é verdade? Sim, são os vídeos!

Hoje, nós, do Mestre do Ads, vamos te mostrar a soberania dos vídeos publicitários no Facebook na era mobile.

Descubra e aproveite a oportunidade para não perder chances de evoluir suas campanhas e, consequentemente, de impulsionar os resultados dos seus negócios.

 

Vídeos Publicitários do Facebook

 

#Os impressionantes dados do consumo de conteúdos em vídeo

Segundo uma pesquisa que o Facebook realizou recentemente, só em suas duas plataformas, o Instagram e a rede social em si, mais de 100 milhões de horas em vídeos foram consumidas diariamente.

Durante os anos de 2012 e 2015, o percentual do crescimento desse tipo de conteúdo na plataforma foi de mais de 600%.

Segundo a Cisco, líder mundial em tecnologia da informação, os vídeos chegarão a ser responsáveis por mais de 70% do volume de dados em 4 anos.

O mobile continuará sendo o líder dentre os meios de acesso ao consumo de conteúdos digitais.

Uma pesquisa feita pela Kantar Media em parceria com o Facebook, mostrou que os usuários tem mais inclinação à assistirem vídeos pelo mobile do que nas grandes telas, em cerca de 150%.

Segundo dados da mesma pesquisa:

  • 41% dos usuários consomem vídeos antes de dormir.
  • 34% ao despertar.
  • 25% dos usuários assistem a vídeos durante a madrugada.
  • 18% não deixam os vídeos de lado na hora da refeição.
  • 21% continuam vendo seus vídeos enquanto utilizam o banheiro.

Espetacular. Não é mesmo?

Você pode estar se perguntado nesse momento:

  • “O que isso quer dizer para os negócios?”.

É muito simples e nítido. Esses dados falam claramente aos negócios que os vídeos são uma verdadeira arma publicitária atualmente. Capaz de não só atingir potenciais clientes em grande volume, mas impactá-los e conectá-los de uma forma mais atraente e dinâmica, o que torna a experiência do usuário melhor e, consequentemente, ele mais suscetível à conversão.

Óbvio! Não basta criar uma campanha de vídeos no Facebook Ads e colocar para rodar. É preciso trabalhar estratégias eficientes, de acordo com o seu público alvo e seu objetivo dentro do mercado em que atua.

Vamos lhe mostrar à seguir, o que o Facebook e o Instagram oferecem nesse sentido, quais são as possibilidades.

 

Vídeos Publicitários do Facebook.

 

#Quais são as vantagens que o Facebook e o Instagram Ads oferecem?

Antes de qualquer coisa, é preciso entender que por se tratarem de redes sociais, cada uma com um objetivo um tanto quanto diferente, elas tem o poder de captar diversos tipos de potenciais clientes.

Quando falamos de “tipos”, estamos nos referindo à fase do processo de consumo em que eles se encontram. Ok?

Então, você terá a oportunidade de captar usuários que ainda precisam ser despertados para o interesse, informados, doutrinados, conquistados e por fim gerar conversão.

Por outro lado, não será impossível encontrar quem já se interesse em comprar algo, bastando que você apresente o item certo.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tenha um negócio que comercializa roupas.
  • Então, Maria ao acordar, começa a navegar no Facebook e acha seu vídeo sobre modelos de casaquinho para utilizar no verão.

A Maria não estava necessariamente procurando o casaquinho, mas visualizou o seu produto porque tem interesse pelo assunto e achou o conteúdo atraente.

Entenda, que independente da compra, ela já entrou em contato com a sua marca e, no mínimo, já tornou-a familiar, gerando um posicionamento positivo do seu negócio no mercado.

  • Então, quando ela foi almoçar, abriu seu Instagram e o “remarketing” apresentou a ela um novo conteúdo em vídeos, mas agora com as promoções de casaquinhos. Ela se lembrou que teria um casamento, não muito em breve, mas que a promoção poderia não estar disponível no futuro… Mesmo assim, sem tempo, ela fechou o aplicativo e voltou ao trabalho, sem comprar.
  • Depois de chegar em casa, antes de dormir, Maria pegou seu celular para se distrair um pouco e relaxar, foi então que um anúncio sobre os casaquinhos, com diversas imagens em carrossel apareceu novamente, agora com o link de saída, que a levará direto ao site para comprar a peça.

Consegue visualizar a grande possibilidade de gerar conversões?

Bem, não é só isso que favorece a captação de interessados, afinal, tanto o Facebook e o Instagram, possuem um recurso para anúncios em vídeo, que outras plataformas não permitem, que é o famoso autoplay.

Trata-se de uma reprodução do vídeo automática, o que faz o usuário ser capturado com mais facilidade.

Você pode estar pensando:

  • “Um simples autoplay será capaz de capturar alguém no Facebook ou no Instagram, plataformas tão cheias de conteúdo de entretenimento?”.

Segundo pesquisas, um usuário comum precisa visualizar algo, apenas ¼ de segundo para se lembrar do que visualizou.

Além disso, basta pouco mais que um segundo e meio para que ele entenda a mensagem transmitida.

O mais interessante é que a função autoplay também está disponível em formatos de anúncios diferentes, como o de apresentação de slides, recentemente, remodelado pelo Facebook, tornando possível criar vídeos acessíveis à locais com internet de baixa velocidade, à partir de imagens pré-selecionadas.

 

Vídeos Publicitários do Facebook;

 

Como se não fosse o bastante, o Facebook Ads ainda lhe entrega total liberdade para combinar funções entre os formatos.

Por exemplo, é possível utilizar o vídeo com o botão de CTA, chamada para ação, que permite baixar aplicativos diretamente da plataforma.

Para falar sobre uma vantagem específica e muito interessante para o mobile, não podemos deixar de citar o Canvas.

Um formato de anúncio que consegue preencher toda o espaço do Smartphone, tornando bastante impactante e dinâmica a publicidade. Modelo este, utilizado por marcas grandes como Amstel e Brookfield, que resultou em mais vendas em 250% e mais tráfego em 58%, respectivamente.

Se você deseja aproveitar a soberania dos vídeos publicitários do Facebook Ads na era mobile, nós vamos lhe dar dicas para que os seus resultados sejam ainda melhores.

Vem com a gente!

#Dicas para potencializar seus resultados com os vídeos publicitários

Antes de tudo, você precisa ter consciência de que a forma de consumo no mobile tem aspectos diferenciados de outros meios, como os desktops, por exemplo.

Por isso, o principal é se atentar para ser dinâmico e envolvente, mas, sobretudo, transmitir a mensagem de forma rápida.

Procure encontrar um tempo de duração do vídeo adequado. Lembre-se, é preciso ser claro, direto, contar sua história, sem acelerar demais, mas também sem enrolar muito.

Seu objetivo é impactar e conectar? Então mande sua mensagem principal nos primeiros momentos do vídeo.

Estude seu público alvo, antes de trabalhar qualquer roteiro. Isso além de te ajudar a descobrir assuntos de maior preferência por parte dos seus potenciais consumidores, também te ajudará a ter uma linguagem mais alinhada ao expectador, tendo, consequentemente, mais chances de captá-lo.

Ah! Não se esqueça de verificar se a resolução da imagem e a emissão do áudio estão satisfatórias, afinal, ninguém assiste algo de baixa qualidade.

 

 

Basicamente é isso! Esperamos ter lhe ajudado… Ficou com alguma dúvida? Venha conversar com a gente. O espaço de comentários, assim como as redes sociais do Mestre do Ads são seus, então deixe sua pergunta, que estaremos à disposição para lhe ouvir. Será um prazer.

Aproveite para curtir também o canal no Youtube do Mestre do Ads, certamente você encontra diversos conteúdos interessantes sobre o mercado digital.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

Compartilhar.

Uma semana de aulas ao vivo para você aprender a vender mais com anúncios no Google, Facebook, YouTube e Instagram - As maiores ferramentas de vendas da internet.

Cadastre-se abaixo para participar: