O Mercado Digital está sempre nos apresentando novidades e em meio à elas, surgem uma porção de palavras novas, conceitos e expressões.

A questão é que nem sempre, elas são tão claras aos ouvidos e ao entendimento de todos, deixando dúvidas pelo caminho que prejudicam a evolução dos negócios em momentos posteriores.

Venda mais com anúncios online.

Inscreva-se abaixo para receber conteúdos do campo de batalha sobre como vender mais através de anúncios no Google, YouTube, Facebook e Instagram - As maiores ferramentas de vendas da internet.

Se você é frequente nesse universo, certamente já ouviu falar em RankBrain, mas você sabe o que isso significa e como ele impacta seu negócio?

Se você não tem noção, tudo bem, não se culpe, afinal, você não é o único, muitas pessoas têm dúvidas sobre o RankBrain.

Inclusive, esse é um assunto daqueles que vai longe, pois frequentemente gera debates, dúvidas e contrapontos.

Hoje, nós, do Mestre do Ads, queremos lhe apresentar o RankBrain e mostrar como ele impacta seu negócio.

Preparado para começar?

 

rankbrain google

 

#O que é RankBrain?

Provavelmente você já desconfia disso, mas precisamos deixar claro. O RankBrain tem ligação direta com o todo poderoso Google.

Basicamente, ele é um mecanismo de inteligência artificial criado pela gigante. O objetivo desse desenvolvimento é ter um melhor retorno nos resultados das buscas, a partir de um entendimento mais preciso de um modo geral, não só a partir das palavras-chave.

Além disso, o Google pretende exercer uma melhor interpretação quanto à temas novos, isso quer dizer, que nunca foram buscados até aquele determinado momento.

Como sempre, os mecanismos do Google são cercados de mistérios, mas há quem acredite que o RankBrain é parte integrante do Hummingbird, um recurso do buscador que visa fazer com que os robôs tenham um melhor entendimento das pesquisas através de termos utilizados pelos usuários.

A data de lançamento desse sistema também não pode ser apontada com toda a certeza, mas uma das primeiras vezes em que ele foi abordado, foi no final de 2015, a partir de uma entrevista concedida por Greg Corrado, um analista de pesquisa experiente da Google.

Nesse mesmo dia, houve uma revelação muito importante, Greg disse que o RankBrain é um dos três fatores de ranqueamento mais importantes do Google.

Sabendo disso, certamente você deve estar interessado em conhecer o funcionamento do RankBrain, não é mesmo?

Vamos direto ao ponto!

 

processo RankBrain

 

#Como o RankBrain trabalha?

Como vimos no início, o RankBrain tem como foco a melhora na interpretação das buscas, para que então o Google consiga entregar resultados mais dentro da expectativa do usuário, aumentando, assim, a qualidade da experiência.

Complementando o Hummingbird, o RankBrain trabalhará os resultados de forma mais geral, buscando entender o significado da “solicitação” como um todo e não só focado nas palavras-chave utilizadas na sentença.

O interessante é que ele veio mais uma vez explicitar a tendência da utilização mais forte dos termos conhecidos como “caldas longas”, pois ele pretende entender essas “perguntas” em suas complexidades, conectando-as de forma mais qualitativa aos temas aos quais elas se referenciam.

Basicamente então, podemos concluir que o RankBrain irá trabalhar para que o sistema de buscas faça ligações de maior qualidade entre as perguntas dos usuários e os temas dos conteúdos presentes em seu banco de dados.

O sistema é capaz de trabalhar a similaridade, até aquela que é aparentemente distante, onde é possível apresentar resultados de boa relevância, mesmo que a solicitação seja nova, nunca feita antes.

Se você se sentiu surpreendido com tamanha inteligência, é porque ainda não sabe da melhor parte…

Com sua inteligência artificial desenvolvida, o RankBrain ficará ainda mais inteligente de acordo com o comportamento dos usuários.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você fez uma pesquisa no Google.
  • Ele lhe entregará milhares de resultados, certo?
  • Então, você visualiza as opções, mas percebeu que nenhuma delas é o que você procura e sai do buscador.
  • Em um outro momento, mais tarde em sua casa, você refaz a mesma busca…
  • Através do RankBrain, o Google, provavelmente, não lhe exibirá os mesmos resultados da primeira pesquisa, isso porque ele “aprendeu” que não gerou relevância na primeira solicitação.

Ah e tem mais! A sua busca servirá de termômetro para outros usuários, então se você buscou e não achou interessante os resultados, na próxima pesquisa igual a sua, feita por outro usuário, o Google olhará para as suas métricas e provavelmente exibirá outra lista de resultados.

Incrível, não?

De acordo com o que vimos, podemos constatar que o impacto do RankBrain no seu negócio é bastante positivo, uma vez que ele melhorará o sistema de buscas, interpretando melhor as necessidades dos usuários.

Quer saber como aproveitar o RankBrain para potencializar seus resultados? Então não fique aí parado, siga com a gente!

 

RankBrain

 

#Como Trabalhar Meus Negócios para o RankBrain?

Se você quer extrair os melhores resultados a partir do sistema do Google, é preciso entender que o intuito dele é melhorar, principalmente, os resultados de buscas aos quais não apresentam boas opções de relevância ao usuário.

Por outro lado, sabendo que ele trabalha diretamente com técnicas de SEO, por envolver os termos de buscas, é importante tomar algumas atitudes, como:

  • Utilizar listas de palavras-chave mais completas: Sabendo que o RankBrain faz correlações entre termos e assuntos, a primeira coisa que você precisa fazer é utilizar uma lista de palavras-chave mais completa. Indicando não só o termo principal, mas suas variações, sinônimos e termos que podem fazer uma ligação, mesmo que um pouco distante. Utilizar a Keyword Planner é uma ótima ideia.

 

  • Ofereça conteúdo de alto valor: Apesar de ser algo básico, mesmo sem a existência do RankBrain, com o seu surgimento o conteúdo de alto valor se torna obrigatório, caso queira ter bons resultados. Por isso, procure abordar os temas de interesse do seu público alvo de forma completa, solucionando as principais dúvidas e tudo mais que garanta uma excelente experiência ao usuário.

 

  • Trabalhe de forma humana: Muitos profissionais de marketing digital cometem um erro terrível, que é trabalhar para convencer os robôs do Google que as suas ações são positivas aos usuários. Com a inteligência artificial cada vez mais desenvolvida, será cada vez mais difícil “enganar” a gigante da tecnologia. Por isso, trabalhe de forma humana, isso quer dizer, para o seu público alvo, com o objetivo de oferecer valor de verdade, entregando uma excelente qualidade de experiência. Só assim será possível atingir bons resultados, pois será consequência de um trabalho bem feito.

Na realidade, entender o algoritmo é algo bem complexo, afinal, estamos falando de uma invenção do Google, onde os sistemas estão sempre em desenvolvimento.

De maneira geral, o melhor conselho que podemos lhe entregar é: Trabalhe para oferecer qualidade, relevância, soluções reais…

Procure alinhar seus propósitos aos do Google, pois isso lhe ajudará chegar ao sucesso.

Ficou com alguma dúvida? Então venha conversar com a gente!

Forte Abraço.

 

Compartilhar.

Uma semana de aulas ao vivo para você aprender a vender mais com anúncios no Google, Facebook, YouTube e Instagram - As maiores ferramentas de vendas da internet.

Cadastre-se abaixo para participar: