Já sabemos que ter um blog aliado à página de nossa marca ou empresa é uma das ações necessárias para que seja possível se comunicar com nosso público alvo de uma forma muito mais direta e pessoal.

Só que há dúvidas que sempre irão surgir em relação ao assunto, como:

  • Qual o tipo de conteúdo é mais compartilhado.
  • Qual desperta mais interesse de meu público?
  • Qual o que mais ajuda?

Essa são perguntas bastante complexas de serem respondidas, afinal, não existe uma resposta correta para todos os modelos de negócio. Na verdade, você precisa entender quem são seus clientes, qual a área de interesse e no que você pode os ajudar, só assim você conseguirá gerar um conteúdo com alto poder de compartilhamento.

O Mestre do Ads tem uma preocupação muito grande com a produção de conteúdo de todos os nossos projetos e, por isso, queremos ajudar você com os seus.

Preparamos um material que vai te ajudar a descobrir qual é o tipo de conteúdo mais compartilhado para o seu modelo de negócio.

Vamos começar?

 

tipo-de-conteúdo-é-mais-compartilhado

 

Como descobrir?

Para começar, você precisa entender que o tipo de conteúdo é muito moldado pelas redes sociais. Se você parar para analisar, há 3 ou 4 anos, a grande maioria dos usuários entravam em sites e blogs em busca de informação.

Isso mudou completamente e esse acesso à informações está bem na sua frente, ou melhor, na timeline de suas redes sociais ou através de notificações no seu próprio celular.

O acesso à informações é muito mais facilitado e, com isso, você acaba disputando espaço com um volume muito grande de novidades e notícias. Logo, para que um conteúdo seja compartilhado, em primeiro lugar ele precisará de destaque para ser visto, entende?

Será em uma fração de segundos que o usuário de uma rede social irá escolher clicar no seu link e ler o que você tem a dizer ou então, rolar a página e continuar navegando nas atualizações de seus amigos.

Para ajudar você a chamar a atenção, separamos alguns tipos de conteúdo que são mais facilmente compartilhados.

Veja!

 

# 1 – Conteúdo relevante e original

Como dissemos acima, a quantidade de novos conteúdos que são inseridos na rede a cada instante é impressionante. Realmente o volume é muito alto, porém temos um problema aí que, para você, pode ser a solução.

Empresas e marcas vivem copiando estratégias uma das outras, o que faz com que boa parte do conteúdo seja muito parecido.

Então, quem consegue criar um conteúdo original e relevante, acaba se destacando completamente nesse mercado.

Quando algo é bom e novo, você acabará se tornando fonte de informações e outras pessoas acabarão te seguindo e compartilhando o seu material por ser muito diferente do que elas já estão acostumadas.

Foi o que aconteceu com uma vinícola australiana. Ela começou a compartilhar imagens da sua produção diariamente e o material era tão interessante e original, que outras marcas passaram a usar essas imagens em suas próprias redes sociais.

 

tipo-de-conteúdocompartilhado

 

# 2 – Conteúdo deve estar pronto para o compartilhamento

É claro que se fosse possível escolher, a gente ia querer que sempre o nosso conteúdo fosse um viral e altamente compartilhado, não é mesmo?

Isso ainda não é possível, no entanto é nosso dever deixar todo e qualquer material que publicamos em nossas redes sociais aptos ao compartilhamento, afinal, como a gente saberá se terá uma aceitação gigantesca do público ou não?

Preocupe-se muito com a qualidade das imagens, em trabalhar conteúdos diretos e ver se o tamanho dos vídeos estão bacanas para o compartilhamento, pois isso irá te ajudar a tornar tudo muito mais simples e ágil.

 

# 3 –  Conteúdos com call to action

Por vezes, só um conteúdo excelente, não irá fazer com que você obtenha a quantidade de compartilhamentos que você tanto deseja. Quando isso ocorrer, o melhor a fazer é pedir para que seu público compartilhe.

Isso pode parecer um pouco estranho, no entanto no meio da internet existem tantas ações possíveis e a quantidade de publicidade que impacta um usuário é tão grande que ele pode ficar perdido sem saber o que fazer, entende?

Você não precisa ser grosseiro, mas utilizando gatilhos mentais e um call to action certeiro, é bem provável que você consiga influenciar a ponto da tomada de decisão ser muito mais rápida.

 

tipo-de-conteúdo

 

# 4 – Conteúdo de simples entendimento

Conteúdo extensivos, cheio de informações e dados técnicos, normalmente não são o tipo de material que é facilmente compartilhado e não é por que ele seja ruim, mas é que tudo que for de difícil entendimento, será pouco compartilhado.

Então, se você está em busca de gerar um conteúdo viral, o melhor a fazer é investir em conteúdos simples, que seja de leitura rápida e fácil entendimento.

Algumas dicas são bem interessantes para esse item:

  • Nada de frases muito longas e parágrafos intermináveis. Isso cansa o leitor e faz com que ele desista da leitura. Opte pela quebra de linhas em frases curtas e a utilização de imagens que conseguem dar pausas de descanso na leitura;
  • Boa parte dos usuários gostam de ler logo pela manhã e no fim da noite, antes de ir dormir, pois são os períodos em que estão tranquilos. Aproveite esse intervalo de tempo para publicar seu material;
  • Gifs, vídeos e infográficos com cores quentes e bem chamativos atraem mais olhares, então faça alguns testes para identificar como seu público consome esse tipo de material.

No mais é isso, coloque a mão na massa e tente identificar com qual tipo de conteúdo seu público alvo mais se identifica.

No começo, será preciso fazer alguns testes, porém com o passar do tempo verá que tudo ficará muito mais simples e fácil de ser executado.

Ficou com alguma dúvida ou tem algo que queira perguntar? Então, manda pra gente.

Até a próxima!

Compartilhar.