A crise econômica que afetou a rotina dos brasileiros acabou encerrando muitos contratos formais de trabalho e dificultando a recolocação no mercado de atuação.

Com isso, tivemos que encontrar uma nova forma de pagar as nossas contas e sustentar nossas famílias, não é mesmo?

Sabemos que somos o povo mais criativo que existe e que empreender está na alma dos brasileiros, por isso o ano de 2016 foi ideal para quem tinha um sonho de começar um negócio próprio, mas tinha medo de dar o primeiro passo.

Se você é mais uma dessas pessoas que iniciou suas atividades ou que pretende iniciar no próximo ano, um plano de negócios para 2017 se faz fundamental para que tudo ocorra dentro do planejado e que você consiga obter melhores resultados.

Vemos muitos com excelentes ideias, porém paralisados sem saber por onde devem começar, então pensamos em criar esse conteúdo para ajudar você a iniciar o próximo ano com o pé direito.

Já falamos aqui nesse blog que ter um plano de negócios é fundamental para qualquer tipo de negócio, pois ele lhe ajudará a traçar as metas e as ações que serão executadas no próximos ano

Se você ainda não tem um, tudo bem, o Mestre do Ads te ajuda a criar um simples, porém bastante útil.

Acompanhe!

 

man in suit and business plan on wall
man in suit and business plan on wall

 

Por onde começar a montar um plano de negócios para 2017?

Para dar o primeiro passo, você não precisa de nada muito mirabolante e nem complexo, o que você precisa é conseguir visualizar o mapa de seu negócio, entendendo os melhores caminhos a seguir.

Obviamente, você pode ir ajustando com o passar do tempo e, até mesmo, anotando ações que não se desenvolveram tão bem como gostaria, porém ter um caminho traçado, te ajudará a não desviar ou desistir, entende?

Criamos um passo a passo simples para que você monte seu plano de negócios para 2017:

 

1º Passo –  Do que se trata o seu negócio?

Você precisará ter muito claro sobre o que se trata o seu negócio, pois é necessário estar estabelecido dentro de um segmento para se tornar uma referência. Então, comece respondendo, para você mesmo, essas perguntas:

  • Por qual razão eu criei o meu negócio?
  • Quais são os problemas das pessoas que vou ajudar a resolver?
  • Quais serão os meus diferenciais que vão colaborar para que eu me destaque dos demais?

Se você tiver essas respostas na ponta da língua, conseguirá começar bem estruturado, afinal esses itens já te ajudam a evoluir e caminhar com base em uma imagem própria, sem a influência de outras empresas do setor.

 

2º Passo – Quanto de investimento eu vou precisar?

Para começar um negócio, normalmente, é preciso de investimento, porém nem sempre esse valor é 100% em forma de dinheiro. Às vezes, tudo o que você mais precisa é de tempo para desenvolver seus planos, entende?

Focando apenas na verba investida, você precisará saber o quanto de dinheiro tem disponível para investir para dar o ponta pé inicial em suas ações. Existem 2 cálculos básicos que podem se utilizados para encontrar um valor aproximado…

O primeiro irá se basear na quantia que seu negócio precisa para dar início as atividades. Esse é um momento crucial de planejamento e de colocar tudo, absolutamente, tudo no papel e fazer o cálculo. Pesquise, planeje e orce todos os custos necessários para que as atividades possam se iniciar de forma tranquila e com qualidade.

O segundo cálculo é baseado no primeiro, pois você terá que ter em caixa um capital de giro que consiga manter o seu negócio em pleno funcionamento durante uns 8 a 12 meses, mesmo que os resultados não aconteçam da forma que você imagina.

Esse é, mais ou menos, o tempo médio que uma empresa leva para apresentar os primeiros sinais de positividade e, com isso, pode começar a usar o seu próprio faturamento em prol de um investimento mensal ainda maior.

O que não pode acontecer é a falta de planejamento com o orçamento que acaba interferindo, diretamente, na qualidade do produto final entregue ao consumidor, pois isso acabará deixando uma imagem ruim logo nos primeiros meses de vida, podendo inclusive afetar a sua reputação e impedindo o seu crescimento.

 

criar plano de negócio

 

3º Passo – Defina o que você vai vender

Como dissemos logo no primeiro passo, você precisa definir o seu ramo de atuação para focar no seu segmento. Logo, o mesmo deve acontecer com seus produtos.

No início, ficamos muito empolgados e queremos vender tudo, trabalhar com uma vitrine de itens enormes e nem sempre isso funciona.

Nosso conselho é que você foque em uma quantidade de produtos mínima, onde você consiga entregar uma melhor experiência e qualidade em cada um deles.

Isso porque, com toda certeza, no decorrer dos meses, você irá melhorando a qualidade para oferecer maiores vantagens e benefícios, então é melhor ter uma linha mais enxuta, porém de muita qualidade, do que uma enorme sem muito destaque.

É bem importante que você fique ligado nos feedbacks e comentários que seus primeiros clientes irão lhe fornecer, pois eles serão o termômetro que lhe ajudará a mudar o rumo das coisas, caso necessário.

Se você conseguir identificar logo de primeira, os principais pontos que têm ficado à desejar, conseguirá arrumar mais rapidamente e, assim, evitar que mais reclamações cheguem até você.

 

4º Passo – Estime seu faturamento

A estimativa de faturamento mensal, nada mais é do que a meta que você pretende atingir.

É claro que precisar com exatidão é bem difícil nos primeiros meses, pois ainda não sabemos o comportamento de nosso produto em relação ao nosso público alvo, porém você consegue ter uma ideia com uma pesquisa de mercado.

Trabalhe em cima de números reais e alcançáveis, nada de colocar números absurdos que são impossíveis de serem atingidos em um primeiro momento, pois isso acabará lhe frustrando e te desmotivando.

Claro que não estamos falando que é impossível faturar milhões nos primeiros meses, porém sabemos que existe uma trajetória normal dos produtos, até mesmo para que haja uma identificação e aceite do público.

Tudo isso leva tempo, o tempo de construção da autoridade de uma marca e você precisa saber disso.

Verá que pouco a pouco, conseguirá ir crescendo e evoluindo, chegando cada vez mais perto do seu sonho.

 

modelo de plano de negócios

 

5º Passo – Conheça seu público

O sucesso de sua empresa virá de acordo com a identificação do seu público alvo com o item que está oferecendo.

Sendo assim, faça um estudo aprofundado de quem são eles, quais são suas dores, preferências, hobbys, sexo, localidade e qualquer outra informação que lhe ajude a traçar um perfil, ou melhor, uma persona.

Você pode até não acertar esse público de primeira, mas quando conseguir efetuar as primeiras vendas, terá a oportunidade de ir lapidando essa persona e, com isso, trabalhando com gatilhos mentais mais focados no desejo e na atração.

Se você conseguir oferecer, exatamente, o que seu público está buscando, verá que as suas vendas serão bem mais expressivas e com um crescimento gradativo.

 

Pronto, você já tem em mãos um passo a passo simples, porém bastante útil para montar um plano de negócios para 2017, agora é colocar a mão na massa e começar a se preparar!

Se ficou com alguma dúvida ou tem algo que deseja saber, pergunte para nós, estamos aqui para isso.

Fique ligado em nossas redes sociais e nas atualizações diárias do blog, que tem sempre conteúdo de valor para você.

Até a próxima!

 

Compartilhar.