Conseguir definir suas palavras-chave de forma assertiva pensando em melhores resultados é a maneira mais correta de conseguir alcançar o objetivo que definiu para os seus anúncios.

A grande questão quando chega-se a esse ponto da estratégia é o seguinte:

  • Como otimizar suas palavras-chave de forma correta? Já que as opções são inúmeras e cada uma irá te levar a um lugar diferente dentro de sua estratégia?

Não é do dia para noite que você irá encontrar o grupo perfeito de palavras-chave para utilizar em seus anúncios, isso porque as opções são inúmeras e há uma infinidade de termos de pesquisas diferentes que podem lhe auxiliar nesse trabalho.

Definir sua estratégia de uso das palavras-chaves é o primeiro passo para ter sucesso com seus anúncios, porém só a escolha não basta, você precisará otimizar suas palavras-chave para ter reais chances de se destacar.

Então, hoje o blog do Mestre do Ads veio aqui para ajudar você com isso! Vamos te ensinar a como otimizar suas palavras-chave de uma maneira bastante eficiente e que esteja dentro dos parâmetros de sua estratégia.

Podemos começar?

 

Como otimizar suas palavras-chave

 

Formas de otimizar suas palavras-chave

Vamos supor que você já tenha definido um grupo de palavras-chave para serem usadas em seus anúncios. Você chegou a essa definição usando o seu conhecimento amplo no seu segmento, no comportamento de seu público alvo e também no estudo de termos de busca que você já definiu.

Segundo o próprio material do Google Ads, existem duas formas garantidas de otimizar suas palavras-chave e nós iremos te ensinar cada uma delas:

  1. Correspondência de palavras-chave: Quando opta-se por usar esse tipo de otimização, você terá métricas muito bem definidas para cada uma de suas palavras, fazendo com que você tenha total controle de quem está vendo o seu anúncio, uma vez que, é pelo termo de busca digitado pelo usuário que suas campanhas serão exibidas, com base no interesse. Então, quando você utiliza esse tipo de correspondência, você aumenta as chances de seu anúncio ser exibido para um público alvo extremamente segmentando. Vai funcionar, mais ou menos assim: Será preciso escolher um termo e no momento da exibição é possível acrescentar elementos antes ou depois dele, compondo uma frase de referência mais assertiva. Caso opte por não usar nenhum elemento, você entra na categoria da briga de gigantes que são aqueles resultados mostrados apenas com a busca por palavra exata. O bacana desse tipo de otimização é que ela se adaptará a pequenas variações que o usuário fizer no momento da busca, como uma digitação errada ou então, a grafia incorreta, entende? Quando isso ocorrer, a plataforma irá fazer a leitura e converter de acordo com o vocabulário correto e atual.
  2. Palavras-chave negativas: O uso das palavras-chaves negativas é mágico e pode ser o ponto final que está faltando para que a sua estratégia passe a funcionar de maneira correta. Muitos anunciantes acabam esquecendo-se de fazer a utilização desse recurso e com isso, acabam gastando orçamento a mais por falta de atenção ou conhecimento. As palavras-chave negativas são palavras “proibidas” de serem usadas em seus anúncios, pois não tem relevância para a sua proposta. Normalmente, são termos de busca relacionadas ou até mesmo bem parecidos que acabam atraindo um público diferente do qual você está trabalhando. Você já deve ter percebido, se já anunciou alguma vez no Google Ads, que algumas palavras lhe trazem um volume de cliques enormes, porém quase nenhuma conversão, não é mesmo? Pois bem, quando isso acontece, é preciso investigar o porquê dos usuários chegarem ao seu anúncio, clicarem, mais não executarem a ação… Será que não é porque você está usando o termo de forma equivocada? Analise seu relatório, dentro de seu painel no Ads e verifique quais são as palavras-chave que estão sendo vilãs de sua estratégia. Ao identificar, jogue-as para as listas de palavras-chave negativas e você verá que a melhora em seus resultados será bastante significativa, já que você deixará de gerar cliques inválidos com usuários que não vão converter e passará a usar essa verba para uma exibição segmentada, ou seja, para quem tem real interesse no que você está oferecendo.

Essas são dicas exclusivas que o próprio Ads dá em seu material de estudo para os exames, porém você que acompanha o blog do Mestre do Ads com frequência, sabe que não gostamos de ensinar apenas o básico, não é mesmo?

Nós queremos ir um pouco mais além e deixar algumas dicas nossas sobre como otimizar suas palavras-chaves.

Vamos?

 

Como otimizar suas palavras-chave,

 

Dicas para otimizar suas palavras-chave

Essas dicas são nossas e exclusivas para quem está sempre com a gente, então preste bastante atenção e anote tudo, pois certamente elas irão ajudar a melhorar o resultado de seus anúncios.

Fizemos uma lista de dicas, pois assim ficará mais fácil de acompanhar. Veja:

  1. Em seu relatório dentro do Google Ads, você consegue identificar quais são as palavras-chave que estão lhe trazendo melhores resultados, não é mesmo? Então, nossa primeira dica para otimizar é tentar encontrar a correspondência desse termo e suas variações. Isso porque, se essa palavra-chave já está lhe rendendo bem, suas variações, provavelmente, seguirão pelo mesmo caminho;
  2. O mais correto é que para cada produto, você crie um grupo de anúncios com suas respectivas palavras-chave. Por mais que você venda celulares e julgue que são os mesmos produtos, apenas com marcar diferentes, quem procura por celulares da Apple, normalmente não tem interesse pelos da Sony, concorda? Então, será necessário que você busque o grupo de palavras-chave mais interessante para o seu produto, de acordo com o interesse de seu público;
  3. Fique sempre de olho no comportamento de suas campanhas e como as palavras-chave escolhidas estão convertendo. Se você perceber que existem termos que estão com os valores muito altos e com conversão baixa, pause essa palavra, afinal quando você investe dinheiro, você precisa de retorno, senão não há lógica, concorda?
  4. É sempre indicado que você ative a opção acompanhamento de conversão, pois ela lhe dará dados mais concretos sobre quais os termos de busca estão gerando melhores resultados e isso já será um norte para saber quais devem continuar sendo utilizadas e quais devem ser excluídas de vez;
  5. Fique sempre de olho se o seu orçamento diário está suprindo as visualizações das palavras-chaves escolhidas. Por exemplo, é preciso perceber quando é o melhor momento de deixar rodar sua campanha, mas será necessário identificar se quando o período chega há orçamento para exibição. Muitos gostam de deixar a campanha sendo veiculada por longos períodos, porém desejam intensificar a exibição em um horário pré-determinado, então verifique se quando ele chega ainda há verba de exibição;
  6. Sempre que possível repita no texto de seu anúncio uma quantidade significativa de vezes a palavra-chave principal, pois isso lhe dará maiores chances de ranquear e, assim, atrair melhores resultados;
  7. Se você perceber que uma palavra-chave tem um índice de qualidade alto, mas está com baixo posicionamento, o ideal é você aumentar o CPC para que ela seja exibida mais vezes e, assim, melhore esse posicionamento de uma forma geral;
  8. Sempre que possível, teste variações de alta, média e baixa procura, pois nunca temos a exatidão do que os nossos clientes em potencial estão procurando, então talvez o uso de palavras-chave de baixa concorrência apresente melhores resultados para as suas campanhas.

 

Como otimizar suas palavras-chave.

 

Chegamos ao final de mais um conteúdo com a certeza de que entregamos informações de alto valor, dando dicas aplicáveis para que você consiga otimizar suas palavras-chave em prol da qualidade de seu anúncio e de seus resultados.

Se você não entendeu algum item ou ficou em dúvida sobre alguma explicação, deixe seu comentário, iremos adorar te ajudar mais.

Para estar sempre ligado nas novidades e em dicas incríveis, fique de olho nas redes sociais do blog do Mestre do Ads e em nosso canal no Youtube.

Até a próxima pessoal!

 

Compartilhar.