Não é novidade para ninguém que assim como o Youtube, as redes sociais são as grandes queridinhas do momento e isso não é de hoje. Se você voltar alguns anos atrás, vai se lembrar do Orkut. Sim sim, aquela página roxa com azul onde você tinha que escolher 12 fotos para colocar no álbum, lembra?

O Orkut foi por anos um sucesso no Brasil, porém como tudo no ramo da tecnologia, acabou não acompanhando o segmento do mercado e foi descontinuado. No entanto, não houve tempo para sentir saudades, uma vez que, o Facebook chegou para marcar a história da internet, não só no Brasil, mas no mundo. Acredito que não preciso entrar na questão da história da criação do Facebook, não é mesmo? Até porque, existem livros e até mesmo um filme que relata como foi à criação desde o seu inicio, até a sua realidade atual.

Atualmente, uma pessoa que não está presente nas redes sociais é uma pessoa que não está conectada com um mundo. No entanto, seria incorreto afirmar que todas as pessoas têm uma conta no Facebook ou um perfil no Linkedin, pois sei que algumas ainda não se adaptaram ao cenário atual, porém o que temos que ter em mente é que a nova geração já nasceu na era da informação rápida, ou seja, pra elas comprar pela internet, compartilhar fotos e conversar em chats é tão normal quanto aprender a ler e a escrever.

 

Monitoramento de Redes Sociais

 

Você pode está pensando: “Não estou entendendo á onde o Tiago que chegar!” Pode ficar tranquilo que explico para você. Quero chegar no seguinte ponto, essa geração que vem ai já nasceu utilizando a internet e as redes sociais, sendo assim é quase que certo que elas estarão mais conectadas e pré dispostas a utilizar os serviços online do que nós, que tivemos que nos adaptar, entende? E pensando á longo prazo, hoje essa nova geração ainda não consume sem autorização dos responsáveis, no entanto daqui 10 anos ou um pouco menos, serão eles que terão o poder de compras na mão, ou seja, eles irão consumir MUITO via internet.

Sempre falo que o monitoramento de resultados é de extrema importância para um negócio de sucesso, não é mesmo? No entanto, quando se fala de rede sociais não é apenas os resultados que devem ser analisados, visto que o seu público alvo tem um comportamento perante a rede e isso pode servir de isca para que você converta muito mais.

No Brasil parece que algumas coisas não funcionam muito bem, porém é preciso avaliar essa afirmação com calma, visto que, tudo que é feito pela internet é monitorado, sendo assim, com o número de um IP, por exemplo, é possível ter em mãos um histórico completo de sites acessos, arquivos baixados, permanência online e diversas outras informações que você nem imagina.

Como as redes sociais são um assunto bastante em alta e assim como eu, acredito que você passe algumas horas por dia nelas, resolvi criar um material que vai te ajudar a monitorar  seu público alvo através das redes sócias. Tenho certeza que depois dessa leitura, você vai conseguir melhorar seus resultados e atingir um número de clientes muito maior.

Vamos começar então?

 

Preciso monitorar as redes sociais?

Talvez você ache que as redes sociais só são usadas para entretenimento e compartilhamento de imagens e vídeos engraçados, não é mesmo? Então, preciso te falar que esse cenário já mudou há algum tempo e você precisa atualizar sua forma de trabalho perante as redes sociais.

 

Monitoramento de Redes Sociais.

 

As grandes marcas já notaram que as redes sociais são um forte aliado para o engajamento direto com seu cliente, pois conseguirão vem que podem ter um canal de comunicação aberto e muito mais descontraído, tornando o ambiente extremamente favorável para resolver problemas, medir interesses e diversos outros aspectos que as redes sociais fornecem.

Logo, afirmo para você que é totalmente necessário estar presente nas redes sociais, bem como fazer o monitoramento constante, tanto de resultados como de comportamento para que assim, você pode estar sempre atualizado e tentando melhorar sua estratégia.

Com esse artigo, vou te dar dicas de monitoramento de redes sociais para que assim, você consiga executar essa tarefa de forma mais simples e rápida.

Vamos lá?

 

Dicas de Monitoramento de Redes Sociais

Não importa se você irá monitorar o Linkedin, o Facebook, o Google Plus, o Instagran ou qualquer outra rede social que existe, o que você precisa ter em mente é que é necessário ter um objetivo traçado para fazer esse monitoramento. Não tem como monitorar algo sem ter métricas, entende?

Separei algumas dicas que vão te ajudar a fazer esse monitoramento, independente da rede que esteja usando, são elas:

 

Monitoramento de Redes Sociais,

 

  1. Com que você está falando?: O primeiro ponto a ser checado é a questão do seu público alvo. Falo isso, pois já pude perceber que não dá para abraçar o mundo, ou seja, não é possível falar com todos. Precisamos descobrir quem são as pessoas que tem interesse por nosso projeto, uma vez que, queremos ter audiência, queremos ser ouvidos, não é mesmo? Sendo assim, é preciso descobrir se o seu maior público é de mulheres ou de homens, qual a faixa etária deles, qual a região de vivem, quais são os interesses e qualquer outra informação que possa ajudar a traçar uma persona.
  2. Como se comportam? : Esse é um ponto que deve ser observado com atenção. Não adianta nada você aplicar toda a sua energia em postagens no instagran, por exemplo, se o seu público forte está no Linkedin que é uma rede social mais séria. Monitore onde seu público alvo está mais presente para que assim, você possa traçar uma estratégia mais assertiva. Sabendo a rede social mais eficiente para o seu tipo de negócio, você começa a medir o alcance de formato, os horários que existem pessoas mais presentes e etc.
  3. Como falar? : Depois de descobrir quem é seu público alvo e como é o comportamento deles, você precisará entender qual o tipo de conteúdo mais gera engajamento. Isso porque, quando se fala a palavra conteúdo, muitos acabam ligando a artigos escritos, no entanto, o conteúdo pode ser visual ou gráfico, sendo assim, você pode trabalhar com artigos, e-books, vídeos, fotos e uma opção de possibilidades. Outra questão muito importante é o tipo de linguagem usada, uma vez que, você precisa estar de acordo com a rotina de seu público, sendo assim, você precisará fazer testes para descobrir se eles gostam de uma linguagem mais descontraída ou uma linguagem mais formal.
  4. Tags e Hashtags: Usar as tags passou a ser uma moda online, no entanto, elas têm uma finalidade bastante importante. Será através delas que você ser encontrado mais facilmente. Note que o uso no instragan é muito forte, pois une grupos de pessoas com mesmos objetivos e assim, as curtidas acabam ocorrendo de pessoas que possuem os mesmos interesses que você.

As próprias redes sociais disponibilizam ferramentas de monitoramento cada uma com suas particularidades, sendo assim, cabe a você entender o funcionamento daquela que tiver mais a cara de seu negócio. Além disso, você pode contar com a ajuda de ferramentas de monitoramento de médias sociais que costumam reunir em um só lugar as métricas das contas cadastradas.

Espero que essas dicas possam te ajudar a fazer um monitoramento de redes sociais com resultados mais precisos e eficientes.

Até breve!

Compartilhar.