Muitas vezes tive a oportunidade de dizer o quanto o conteúdo relevante é importante para os negócios digitais em geral.

Hoje, mais uma vez, quero falar sobre esse assunto, mas de uma forma um tanto quanto diferenciada.

Eu te pergunto:

  • Você já parou para pensar como o Ads vê o conteúdo de baixo valor?

Bem, se você nunca tinha parado para pensar sobre esse aspecto, eu lhe convido a conferir esse conteúdo.

Primeiramente, você precisa saber que essa questão está descrita no manual de políticas do Ads, prevista como um tipo de abuso da de rede de anúncios.

Não achou que era tão sério, não é? Então fique atento a todas as informações a seguir.

 

Como o Ads Vê o Conteúdo de Baixo Valor.

 

O que São Conteúdos de Baixo Valor Para o Ads?

Se você trabalha com campanhas Ads, deve ter noção de que a maioria das proibições e restrições da plataforma visa entregar a melhor experiência para o usuário.

E isso não é diferente quando o assunto são os conteúdos. Segundo o próprio Google, fornecer conteúdos de baixo valor ao usuário é uma grave tentativa de burlar os mecanismos de classificação de qualidade da plataforma. E tal ato é passível de punições sérias.

Você deve estar se perguntando nesse momento:

  • “Afinal, o que o Google Ads classifica como conteúdos de baixo valor?”.

Certo?

Calma, eu vou lhe mostrar de forma clara o que você tanto quer saber. Olha só, os conteúdos de baixo valor, na visão do Ads, são:

  • Conteúdo Produzido Especialmente Para Veicular Anúncios:

Ficou assustado, não é? Fique calmo, vou esclarecer melhor essa história. Produzir conteúdos para melhorar a experiência do usuário quanto ao seu anúncio não é só permitido, quanto é indicado.

O que é visto com maus olhos são os conteúdos produzidos especialmente para direcionar o usuário a uma página que contenha em grande maioria anúncios.

Sabe aqueles sites impossíveis de navegar, pela quantidade de publicidade que a página contém? Esse é um exemplo claro do que não fazer.

  • Conteúdos Copiados:

Você já deve saber que conteúdos não originais são muito ruins na visão do Google, não é?

Bem, o que você talvez não saiba é que utilizar o mesmo conteúdo para várias plataformas, mesmo que ele seja seu, também é visto como conteúdo de baixo valor.

Isso porque você precisa priorizar a experiência do usuário e ficar apenas repetindo o mesmo conteúdo empobrece essa experiência.

 

Como o Ads Vê o Conteúdo de Baixo Valor

 

O ideal é que ao disponibilizar um conteúdo, você entregue originalidade e exclusividade, ou seja, é sua obrigação oferecer materiais únicos e originais.

O mínimo que você deve fazer, caso seja muito necessário replicar um material é fazer isso acrescentando informações inéditas e originais.

  • Conteúdos Para Enganar o Usuário:

Esse é o tipo de conteúdo de baixo valor mais óbvio, mas é importante esclarecer alguns pontos que podem causar dúvidas.

Por exemplo, se você criar um conteúdo com a intenção de levar o usuário a outro ambiente, sem deixar claro para onde ele está indo, seu conteúdo será classificado como de baixo valor.

Elaborar um material com a intenção de levar o usuário ao erro é mais um exemplo claro de conteúdo de baixo valor.

Espero que tenha ficado fácil de entender quais são os critérios utilizados pelo Google Ads nessa questão.

Claro, por mais que tentemos, nem sempre é simples conhecer e se manter dentro de todas as políticas do Google.

Por isso, pode ser que você tenha sido punido de alguma forma por conta de conteúdo de baixo valor e talvez você esteja aqui, exatamente, por esse motivo.

Então, quero te mostrar a seguir como fazer para tentar sair dessa situação.

Vamos lá?

Punido Pelo Ads Por Conteúdo de Baixo Valor?

Você deve estar meio perdido nesse momento, buscando alternativas para livrar o seu site dessa punição.

Então, fique calmo, existem maneiras de voltar a operar a todo vapor, mas é importante ressaltar que pode levar um tempo até que tudo se normalize.

A primeira coisa que você precisa fazer é analisar o seu site em busca de torná-lo um local de alta qualidade de navegação para o seu tráfego.

Exclua todo e qualquer tipo de conteúdo que utilize uma espécie de tentativa de enganar o usuário ou obrigá-lo a clicar em seus anúncios.

Retire todos os conteúdos que estejam copiados, troque-os por materiais originais e de alta qualidade.

 

Como o Ads Vê o Conteúdo de Baixo Valor..

 

Como eu lhe disse, excesso de publicidade pode ser o motivo da punição, portanto se for o caso, diminua o volume de anúncios, coloque-os em espaços que não atrapalhe a experiência do usuário quanto aos conteúdos e navegabilidade.

Preste bastante atenção nos resultados de pesquisa interna do seu site, isso também é avaliado pelo Google e se você estiver utilizando como retorno de pesquisa, materiais copiados de outros sites, seu site será visto como um copiador e, consequentemente, um disseminador de conteúdo de baixo valor.

As imagens também são classificadas como conteúdo, por isso, avalie-as e veja se elas não são o alvo da punição. Caso sejam, troque-as.

É importante dizer que as campanhas Ads podem ser barradas, caso o seu site ofereça conteúdos de baixo valor.

A minha indicação é que você sempre esteja atualizado quanto às políticas do Google Ads e do Google em geral, pois isso evita uma série de problemas para os seus negócios.

Agora é com você, não deixe de avaliar os seus sites e adequá-los para oferecer a melhor experiência que o usuário pode ter.

Espero que você tenha aproveitado ao máximo cada informação aqui descrita, que esse conteúdo tenha sido de alta relevância para você e que, sobretudo, ele tenha suprido suas expectativas e necessidade quanto ao assunto.

Ficou com alguma dúvida? Então entre em contato comigo através do campo de comentários abaixo ou pelas redes sociais. Terei enorme prazer em lhe ajudar trazendo possíveis soluções para os seus questionamentos.

Volte sempre que quiser ou precisar, tenha certeza que o Mestre do Ads estará inteiramente de portas abertas para você.

Desejo-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

Compartilhar.

Uma semana de aulas ao vivo para você aprender a vender mais com anúncios no Google, Facebook, YouTube e Instagram - As maiores ferramentas de vendas da internet.

Cadastre-se abaixo para participar: