Velocidade de carregamento de um site é um dos fatores mais importantes para conquistar um número de visitas altas, afinal já foi comprovado que os usuários que precisam esperar mais de 3 segundos pelo carregamento, acabam indo embora buscar a informação em outro local.

Para o SEO, a velocidade de carregamento, também é muito importante, pois é um dos principais fatores que provam que o site está bem otimizado ou ainda precisa de ajustes para entrar nos padrões.

O Google não gosta de sites lentos, pois como ele já sabe que a página irá oferecer uma experiência ruim aos usuários, o que levarão eles a retornarem às buscas, já é usado como um fator de exclusão de ranqueamento, tanto que a ferramenta Test My Site foi criada justamente para isso, mostrar aos criadores de sites como andam o comportamento e desempenho tanto no desktop, como no mobile.

Sabemos que acelerar o carregamento do WordPress é um grande desafio, pois sempre trabalhamos com uma quantidade de textos, imagens, páginas e informações em um volume bem alto. Sem contar com o layout, menus de navegação, publicidade e mais uma porção de fatores que acabam sobrecarregando um site.

Como recebemos muitos questionamentos sobre dicas e plug-ins para acelerar o carregamento do WordPress, resolvemos criar um conteúdo completo sobre isso.

Vamos aprender?

 

8 dicas para acelerar o carregamento do WordPress

 

Por onde começar a acelerar o carregamento do WordPress?

O que você precisa começar a entender é que não adianta contratar o melhor designer do mundo para fazer o layout de seu site e nem o redator mais genial para escrever seus conteúdos, se o seu site está lento. O usuário não quer esperar, então por mais fantástico que seja o seu material em si, se ele for lento, ninguém irá acessá-lo.

Com isso, você tem uma grande responsabilidade em mãos: Oferecer um local de acesso rápido e que, mesmo assim, continue fornecendo a mesma qualidade.

E agora?

O WordPress é a plataforma de gerenciamento mais utilizada no mundo, por ser de fácil manuseio, ter uma comunidade online bastante ativa e um suporte presente, além de atualizações e plug-ins que visam sempre melhorar a qualidade da otimização.

Separamos então algumas formas que irão te ajudar a acelerar seu WordPress, com simplicidade, sem precisar ter grandes dores de cabeça. Agora, se mesmo com a aplicação de nossas dicas, você ainda sentir que não houve avanço, talvez seja interessante contratar um profissional especializado para identificar qual o problema que está ocorrendo em seu site, porém antes disso, tente aplicar nossas dicas…

Pronto para os testes?

 

# 1 – Dica: Reveja os plug-ins que está utilizando

É mais comum do que você imagina que quando iniciamos um novo site em WordPress, ele tenha um carregamento bastante rápido, porém com o passar do tempo ele fique mais lento, sem qualquer motivo aparente.

Não é por mal, porém acabamos lendo em diversos locais que tal plug-in é bom para isso, o outro é bom para aquilo e depois de algum tempo, estamos com vários instalados em nosso painel.

O que nos esquecemos é que cada vez que instalamos um, ele faz sua própria base de dados para analisar as funções pré programadas, o que torna o site mais lento.

Nossa dica é, se você tem 10 plug-ins ou mais instalados em seu painel, faça uma faxina geral.

Verificando quais deles são realmente úteis e quais só estão ali para ocupar espaço. Ao fazer uma limpeza, notará de imediato que o carregamento irá melhorar consideravelmente.

 

# 2 – Elimine as TAGS PHP sem utilização

Por falta de conhecimento para a criação de um template próprio ou então, por ainda estar dando os primeiros passos com o nosso site em WordPress, é comum fazer a utilização de um template pronto, porém esse pode ser o motivo de nosso site estar lento.

Com isso, é bem provável que o template esteja repleto de TAGS PHP sem utilização, que acabam prejudicando a rapidez do carregamento. Sua tarefa é vasculhar o cabeçalho e os demais ficheiros para encontrar as TAGS que estão ali incorporadas sem a real necessidade.

Fazendo essa limpeza e deixando apenas as necessárias, será possível ganhar um tempo de carregamento bastante surpreendente.

 

8 dicas para acelerar o carregamento do WordPress..

 

# 3 – Faça uso do plugin WP SUPER-CACHE

Já que aconselhamos você a deletar plug-ins que estavam instalados sem a necessidade de utilização, agora indicaremos a instalação de um que irá potencializar o carregamento do WordPress, já que ele utilizará a base do cachê para a abertura.

Você deve saber que o cachê são os dados que ficam armazenados e que possibilitam que uma página seja carregada mais rapidamente, não é mesmo? Então, por exemplo, quando você limpa o cachê do seu navegador, você está limpando toda e qualquer memória de acesso, o que irá tornar a abertura das páginas mais lentas, já que seu computador terá que fazer toda a leitura novamente, correto?

Com a instalação do plugin WP SUPER-CACHE, todas as páginas de seu site serão carregadas em cachê, o que tornará tudo mais rápido. Basta instalar e deixar que ele trabalhe para você!

 

#4 – Otimização das suas imagens

Imagens e fotos são as principais responsáveis pelo carregamento lento do WordPress. Sabemos da importância de fazer ilustrações e trabalhar o visual do nosso site, porém essas imagens precisam estar otimizadas de uma forma que não sobrecarreguem e nem prejudiquem a abertura, utilizando toda a banda de carregamento.

No mobile, as imagens são as grandes vilãs do consumo de dados do 3G e do 4G, então ficar de olho em sua utilização irá fazer você ganhar uns pontos a mais com o Google.

Se você tem um conhecimento mínimo em Photoshop, já será o suficiente para resolver essa questão.

Utilize o programa para deixar a suas imagens com, no máximo, 40k. Utilize ainda o padrão de imagem para web ou .png, que são padrões mais “leves” e que não interferem na qualidade da imagem.

Se você não tem muito conhecimento ou habilidade com o PS, sugerimos a instalação do plugin Smush.it que faz o redimensionamento no exato momento em que você sobe as imagens para o site.

 

# 5 – Verifique onde está o problema do seu site

Se você já percebeu que o seu site está lento, mas não sabe exatamente qual é o problema que ele apresenta, uma ferramenta bem bacana do Google pode ajudar você, ela se chama: Google Page Speed Insights.

Sua utilização é bastante simples e gratuita, o que ela irá fazer é analisar o seu site e mensurar o desempenho. Ela não mede efetivamente o carregamento, mas consegue mensurar aspectos que possam vir a atrapalhar o carregamento, como o cachê, o tamanho das imagens e etc.

É uma ferramenta que poderá te dar um norte sobre os motivos pelos quais o seu site tem ficado mais lento e, assim, você conseguirá trabalhar com linhas de códigos mais limpas e fluídas.

 

8 dicas para acelerar o carregamento do WordPress.

 

# 6 – Menos sempre será mais

O conceito que Steve Jobs sempre teve para a criação dos produtos da linha Apple funcionam muito bem para a criação de sites. Se você notar, todos os aparelhos têm poucos botões, usando o que é realmente necessário. E nos mais novos, eles já estão até sendo substituídos, não é mesmo?

Quanto menos itens, menus, galarias, bordas e configurações você incorporar no seu site, mais rápido ele ficará.

 

# 7 – Desative a revisão dos artigos

Desde a versão 2.6 do WordPress, toda vez que você salva um novo artigo, você abre uma nova tabela wp_posts em sua base de dados, ou seja, se você salvar um artigo 10x, 10 novas tabelas serão colocadas em sua base de dados e, isso, em um alto volume de cadastramento de conteúdo, poderá tornar o seu site mais lento.

Um jeito simples de resolver esse problema é colocando a seguinte linha de código no seu ficheiro wp-config:

define(‘WP_POST_REVISIONS’, false);

Pronto, agora suas tabelas ficarão mais limpas, salvando apenas a versão final do seu conteúdo.

 

Curtiu as dicas? Agora, você já tem um norte para acelerar o carregamento do WordPress.

Se tiver uma outra dica bacana que queira compartilhar por aqui, iremos adorar, basta deixar um comentário abaixo para nós!

Agradecemos a confiança e esperamos te ver em breve.

Até mais.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar.